Artigos, Edição 31, Opinião

De olho no potencial das PMEs

Por Paulo Ceschin, da Red Hat

Jornada digital, transformação digital…as palavras de ordem do mercado de TI vão chegar às pequenas e médias empresas. Pelo menos é o plano da Red Hat, de acordo com entrevista exclusiva realizada com Paulo Ceschin, diretor de vendas para o middle marketing da Red Hat Brasil. Afinal, a fornecedora de soluções open source está investindo na automatização de processos operacionais das PMEs.

O plano de Ceschin passa inclusive por uma maior capilaridade. “Temos a necessidade de encontrar novos parceiros no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. E talvez até mesmo no Sudeste e Sul, por meio de canais regionais que sejam orientados a verticais de negócios, como serviços e indústria”, enumera, enfatizando que em sua área o trabalho é 100% com vendas indiretas. Como perfil dos parceiros, adianta o executivo, o DNA deles pode ser voltado tanto para plataformas, que vão atender processos de infraestrutura, quanto para o desenvolvimento de sistemas, que neste caso serão treinados em DevOps e metodologia ágil.

Questionado se esse planejamento se deve a uma maior aderência das PMEs à ideia de automatização dos processos operacionais, o executivo aponta que sim, estimulados pela computação na nuvem, digitalização e, claro, pela diminuição de custos. “O drive de redução de custos ainda é alto, mas estes outros fatores começam a ser visados”, garante Ceschin. “E elas querem um retorno bem rápido”.

Como exemplo de resultados, ele cita que as empresas de médio porte conseguem desenvolver software mais rápido, garantem redução nos custos com infraestrutura e ainda apresentam maior segurança. “Rodamos nos clientes um modelo de demonstração, um test drive mesmo, e normalmente eles pedem para não retirar e já começar o funcionamento pleno”, garante.

Porém, quem vai demandar mais projetos entre as PMEs? Para o executivo, os segmentos financeiro – bancos e seguradoras de médio porte – e o de saúde estão aquecidos. Já os mais atrasados estão ligados à indústria, especialmente automobilística, e ao varejo.

Em setembro e outubro, a empresa investiu em um road show na região Nordeste e obteve ótima resposta desta proposta para as PMEs junto a clientes e prospects.